terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Foz do Iguaçu (dia 1) - Saída de BH e chegada à cidade

2 comentários
RECAP 
xxxxxxx
Alou! Então, o blog estava parado desde o curso do FIQ porque ano passado eu aproveitei o segundo semestre pra botar minha vida nos eixos, hihi.

Troquei de emprego, terminei e comecei uns negócios, arranjei meus investimentos, reorganizei meus planos de vida, publiquei quadrinhos (do curso!), consegui novos clientes, optei por uma nova graduação e decidi investir mais na minha qualidade de vida.

Muito do que aconteceu em termos de Lolitaria, você pode conferir aqui: http://vanilladrops.tumblr.com/
O resto está perdido na minha mente e no meu diário bagunçado.

Como começo de ano é sempre um bom momento para reorganizar as coisas da vida, comecei novos cursos e estou atualizando meu portfólio: http://laurafolio.zip.net/ (devo terminar até março...!) 
xxxxxxx

E... agora em janeiro viajei com minha família para Foz do Iguaçu \o/ E será sobre isso que falarei agora, no esquema do que fiz para a viagem para a Inglaterra (só que esse eu pretendo terminar).

Então, nossa viagem para Foz foi entre os dias 21 e 24 de janeiro. Ou seja, verãozão.
Caso você ainda não saiba, meus esquemas são todos $lowcost$, rere 8)
 

Saímos pela Azul, com passagens de aproximadamente 260 reais ida (classe econômica). Uma alegria da Azul é que podemos pegar quanta comida quisermos no avião (HAHAHA) e daí é claro que fizemos a festa nos preparamos bem para qualquer imprevisto.


 A viagem foi tranquila. Achei que eu fosse enjoar, mas acho que já superei isso (apesar de ainda ter bastante tontura depois da viagem...). Descemos no Aeroporto internacional de Foz e de lá pegamos um ônibus (n120) que nos levava para o terminal rodoviário.


Agora, algumas coisas bem importantes sobre a cidade:
  • Nao tem uber, mas o transporte público atendeu a todas as nossas necessidades.
  • O ônibus custa R$3,90 a passagem, mas na rodoviária há o sistema de integração, daí não precisa pagar o próximo ônibus.
  • Não tem Google Maps funcional para transporte público. Para isso, usamos o app Moovit, que resolveu todos os nossos problemas com bastante precisão. 
  • Os ônibus são bem caquéticos.
  • As pessoas são bem gentis na rua na hora de dar informação.
  • É quente. MUITO QUENTE.
Da rodoviária seguimos a pé pela avenida ao lado de um campo militar, até que chegamos à Pousada Quati, onde ficaríamos pelos próximos dias.

Esse quati na porta é bem bregão, mas ajuda a não perder o lugar de vista...

Enfim, o pessoal da recepção foi bem legal conosco e nos encaminhou ao quarto 6 (quádruplo) que fica na parte inferior da pousada.

Esse quarto foi uma ótima surpresa, já que fechamos em um valor bem abaixo do normal (650 para 4 dias e 4 pessoas - promoção no Booking.com) e era bem maior do que imaginávamos. Tinha 4 camas (uma King Size), banheiro, cozinha, varanda e área externa! Dava pra lavar nossas roupas, fazer nossa comida e ainda ficar do lado de fora tranquilona \o/

Também tinha ar condicionado e geladeira na parte interna. uhul \o\

Os pontos negativos eram que, quando chegamos, tinha uma barata na área da cozinha, o chuveirinho do vaso estava quebrado, a maçaneta da porta não existia e a geladeira jamais havia visto um descongelamento antes e vazava bastante água.

Depois de chegarmos, deixarmos nossas coisas, banhar e descansar um tanto da viagem, aproveitamos para dar uma volta na vizinhança para saber qualé que era daquela região e passar no supermercado para garantir nosso jantar.


Outra coisa ótima da pousada é a localização. Fica a 10min a pé da rodoviária, o lugar parecia bem seguro, tinha alguns pontos de ônibus bem do outro lado da rua e era ao lado do Shopping JL, que tem o supermercado Muffato na parte inferior. Ou seja, compras fáceis!

Compramos o necessário para fazer uma janta reforçada e coisas para preparar lanches para o passeio do dia seguinte, quando iríamos às cataratas do lado Brasileiro e ao parque das aves.

E daí, foi esse o post para o primeiro dia de viagem em Foz. A cidade tem um ar bastante rural, é bem arborizada (na área em que ficamos e circulamos) e pareceu bem segura mesmo na proximidade da rodovia. Não lembro de ter visto policiais, porém.

Ao longo da semana vou postando o restante e cobrindo o resto do passeio :) Até lá!