sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Mixtape de sexta à noite: Meditação

Nenhum comentário

Meditação




1. Fa - Nils Frahm
2. Sabar Majhe - Arthada and Friends
3. Chante La Nature -Patroux
4. Bonatti's Butterfly - Solyaris
5. Rajyoga Meditation Music - omshantimusic
6. Na Pari Tomai - Arthada & Friends
7. Tumi Sthir - Arthada & Friends
8. Windowpane - Frozen Silence

Fim da primeira semana! #CAJ

Um comentário
Nessa primeira semana optei por aglutinar os três últimos dias, para não ficar floodando aqui. Hahaha :P

com ibagens ;D



Quarta-feira prometia!  Logo cedinho tivemos a tão-aguardada-palestra de Redes Sociais. O pessoal que faz vídeo (não é o meu caso) teve um Workshop antes, mas não participei :P Inclusive, essa coisa do Workshop x Palestra é bastante destoante. Pensei que fôssemos ter Workshops, desses em que a pessoa trabalha, coloca em prática conceitos e etc, mas a verdade é que, o que chamam de Workshop aqui é no formato de Palestra, em que uma pessoa vem, fala fala fala na frente, responde perguntas e dá tchau. :( Uma pena isso!


Cleber, o palestrante, já chegou bem animado e distribuiu brindes (!!) para os estudantes mais participativos. Em resumo, ele nos apresentou uma lista:

1. Entenda a funcionalidade de todas as redes Sociais;
2.Crie uma estratégia;
3.O Designer é seu melhor amigo;
4. Não entregue tudo;
5. Social Media: Sua fonte inesgotável de pautas.
6. Seja humorado nas redes sociais;
7. Mas não seja babaca;
8. O que ofende quase ninguém? Emoticon!
9. Nas redes sociais, responda mesmo as pessoas que escrevem em CAIXA ALTA;
10. Não seja uma máquina
11. Veja BBB, Novela e jogue Pokémon;



:) O Cleber é uma gracinha! Super bem humorado e foi, de longe, a melhor palestra até agora (Sexta-feira). A apresentação foi cheia de gifs animados e coisas coloridas!


15h30 começou o Curso de Edição. Nós recebemos alguns panfletos  e cadernos com as informações que o palestrante daria. Bem, ele reproduziu o panfleto nos slides e leu para o pessoal. Logo em seguida abriu espaço para as perguntas. Essa foi a primeira parte, de duas, de palestras sobre edição, de modo geral, e que precisaremos para o trabalho que nos foi proposto: de criar uma revista (sim, isso mesmo.)



Estava até ansiosa para esse Curso, já que fazer revistas é algo que faço desde o ensino fundamental! Poder aprimorar e fazer melhores seria super interessante, mas a palestra deu mais foco em questões de fundamentação da revista, como missão, valores, identidade etc e tal. Talvez na próxima eu veja mais sobre a questão gráfica :)

**
 
Para o Workshop de Texto, lemos alguns perfis de antemão. Em suma, o palestrante disse:
a) Um bom perfil tem de ser claro e organizado
b) Cuidar da Hierarquização da informação
c) Para fazer um bom perfil o jornalista precisa de lábia. Isso por precisar fazer o entrevistado se esquecer de todo o seu media training durante a entrevista (boa sorte nisso!).

O Workshop acabou bem tarde, e já no final eu não conseguia nem lembrar do meu nome mais :( Ainda bem que anoto as coisas. Hahaha

Cheguei exausta na Quinta. Ainda enfrentando o problema dos gringos muito bem educados que estão morando no mesmo Hostel que eu, mal consegui pregar os olhos à noite. Foi Rap de 11h da noite às 3h da manhã... Aí já viu né. A madame aqui ficou de pé esperando o sono vencer o duelo de MCs que estavam fazendo em seus quartos.

Bem, logo cedo tivemos palestra com José Roberto Guzzo a respeito do Texto jornalístico. Ele ressaltou, com ênfase, mesmo, de verdade, sobre a necessidade do texto ser "simples e claro". Que a grande diferença entre um bom e um mau jornalista está nessa capacidade de se escrever com simplicidade. (Encontrei então o meu problema 8D )




Vou assinalar os pontos mais importantes:
a) Curiosidade é fundamental
b) Sempre procurar uma boa história
c) Descomplicar
d) O melhor texto é aquele mais parecido com sua maneira de falar
e) Evitar o excesso de declarações
d) Evitar palavras em inglês

E um exercício de melhora de texto que ele recomendou foi: Pegar um texto que você goste muito e... sim, copiar. Isso mesmo. Ler e copiar. Observar as estruturas usadas e produzir um no mesmo estilo. So easy! Wow! Very Awesome, much easy!


15h30 começou a segunda parte do Curso de Edição.Dessa vez ele falou sobre alocação de títulos, tipografia e encaixe de fotografias nas páginas. Achei engraçado comparar a palestra com a revista Capricho que eu tinha em mãos, que parecia transgredir todas as "regrinhas" apresentadas.



Desde o texto sem justificar até o título sobre imagem usando tipografia loucona.  Acho que serve para entendermos que, em Design, algumas vezes valerá mais o feeling que a regra estrita.

 Às 19h tivemos o curso de fotografia. Na primeira 1h30 vimos o portfólio do fotógrafo Marco de Bari, da Quatro Rodas, que é simplesmente lyndo <3 (o portfólio).




Ele explicou por alto como fazia aquelas fotos (em questão prática, não técnica) e depois propôs um desafio: De produzirmos nossas próprias fotos, usando nossos celulares, nos seguintes temas:

a) Retrato
b) Vazio
c) Banalidades
d) Street Fashion
e) Arquitetura
f) Nightlife

O máximo é de 4 fotos por pessoa. Já pensei em coisas pra retrato, banalidades, Street Fashion. Acho que ao longo da semana acabo pensando em outras coisas. Espero. ahahah


A sexta-feira começou até agitada. Cheguei à redação por volta das 8h e corri para tirar algumas das fotos do desafio de ontem, usando o celular:
 



Logo em seguida, às 10h, começou uma conversa com André Lahoz, Diretor Editorial de Negócios. A palestra foi bem tranquila e ele falou mais sobre o funcionamento da Exame, Exame.com, Você S/A, PME e Info. Nem acreditei quando ele foi super sintético na sua fala. Foram 1h e meia para as perguntas contra meia hora de apresentação. Nesse meio tempo (literalmente) ele falou sobre a mudança da INFO de revista física para plenamente digital, de questão de distribuição da redação, sobre o site das revistas que ele administra etc e tal tal. Foi bem menos maçante que as últimas que tivemos, mas talvez o tenha sido por ter acontecido bem no começo da manhã.

Pela tarde reunimos (o Grupo 6) para discutir questões da produção de nossa própria revista. A discussão foi até meados de 16h,quando, enfim, pude voltar para o Hostel <3 

Agora o trabalho do final de semana é adiantar as coisas da revista e terminar um curso de desenho que estou fazendo por aqui. Desejem-me sorte. A partir de agora a coisa, provavelmente, apertará bastante. >_<

Ainda preciso colocar as imagens :( Faço isso na semana que vem!

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Segundo dia de CAJ

Nenhum comentário
Ontem escrevi aquele post enquanto completamente exausta, hoje estou quase no mesmo ritmo, mas acho que tenho um pouco mais de fôlego para estruturar melhor as frases. Hahaha

Dessa vez o curso começou às 10h, mas acabei chegando mais cedo na redação para aproveitar o grupo (estou no 6o!) e um tempinho para fazer umas pautas pra sexta. Assim que deu o horário tivemos uma palestra com Alexandre Caldrini, Presidente da Editora Abril, que contou um tanto do funcionamento interno da empresa, dados das revistas (que se subdividem em 4 categorias maiores: Notícias e Negócios, Mulher e Celebridade, Homem e Lifestyle e Arquitetura e Design) e respondeu algumas perguntas do pessoal do curso.  A palestra foi a melhor até agora. Fiquei impressionada pela maneira convicta e cheia de segurança que ele tem para falar e, claro, responder às perguntas. Seus oscilos eram raros e muito bem cronometrados. São raras as pessoas que conheço com um dom tão acentuado para falar em público. Ainda mais eu, que costumo me cansar rápido desse tipo de atividade, mantive-me bem atenta do começo ao fim (Durou umas 2h e meia)



Logo em seguida teve o almoço!


Fiquei empolgadíssima quando encontrei a goiabada com queijo! Mas, como boa mineira comedora de queijo, fiquei chocada com o sabor diferente desse que serviram! :( Era beeem diferente do queijo Minas, ou queijo verde que costumo encontrar em todos os lugares de BH. Era meio... nata com água (?) sei lá. Ahahaha 



Depois tivemos um tempinho para discutir ainda questões de pauta e logo veio a melhor parte do dia... A visita à Memória Abril! É meio que uma biblioteca com todos os arquivos da Editora Abril. Coisas como A primeira Capricho, todos os exemplares da Veja etc e tal podem ser encontrados aqui. É assim, muito legal mesmo! Tem dezenas de exemplares do National Geographic alinhados numa estante logo que se entra, e o pessoal que trabalha por lá é bastante solícito na hora de explicar o funcionamento do local. Pudemos ver de perto alguns exemplares raríssimos e ficar a par do funcionamento do banco de imagens e dados da Editora Abril, que, além de fornecer material para as próprias editorias, também comercializa esse tipo de informação.

O dia na Abril hoje terminou por aí :) Foi beeem mais tranquilo que ontem, e deu para digerir um tanto das informações que haviam chegado para a gente. Amanhã o ritmo volta a acelerar com um Workshop de Redes Sociais (?), de Texto e um Curso de Edição (uhul!). Estava ansiosa por esse último, acho que vai ajudar muito em vários projetos independentes que tenho por aí! Hahaha




segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Primeiro dia de CAJ 2015

3 comentários
Estou pulando duas outras postagens que tinha planejado a respeito de: 1.Organização e transporte da mala e 2.Primeiras impressões de São Paulo, mas é por um bom motivo. Hoje foi o primeiro dia do Curso Abril de Jornalismo (#CAJ) e novidades não faltam!


O encontro estava marcado para as 9h na Editora Abril. Assim que chegamos fomos recebidos com uma mesa de café da manhã (tinha pão de queijo!) e tivemos uma hora de socialização. (juro que me esforcei dessa vez, como prometido nas metas para 2015).

Às 10h fomos para o auditório e foi passado um documentário (de 1h) a respeito de Victor Civita, o fundador do Grupo Abril e que tem uma baita história de vida. O documentário deu espaço para um dos responsáveis pelo curso Abril se apresentar e logo cedeu espaço para que nós nos apresentássemos. (Não preciso nem dizer que minha mente deu branco e que não lembro de nada que disse...)



Logo então fomos, enfim, apresentados para a redação em que trabalharemos. O salão é enorme, com computadores e mesas para cada um. Ganhamos também uma mochila e blusas gracinhas com vários materiais do curso e matérias para lermos. Tem uma área com revistas da Abril e banquinhos almofadados para se sentar.





Em seguida fomos enviados para o almoço. Fiquei surpresa com o tamanho do prédio (foi a primeira oportunidade de dar uma volta pelo local) e a quantidade de área aberta com verde e espaços para se sentar! Nós, do curso Abril, recebemos vale-refeição (2 por dia) e crachás com as fotos que enviamos no começo do projeto que servem para a validação da refeição.


Em seguida tivemos um contato breve com ex-cajianos (pessoal que já fez o CAJ) e fomos apresentados a alguns editores de revistas da Abril.

 

Fomos desafiados a sugerir alguns temas para nosso primeiro projeto: Uma revista (em formato impresso e digital) de produção inteiramente nossa. O primeiro exercício era sugerir esses temas para que, em seguida, pensássemos pautas que seriam avaliadas para análise da viabilidade do tema. Daí fomos divididos em 6 grupos (fiquei no 6°!) e com a responsabilidade de enviar, até o final da semana, essas pautas prontas para um responsável pelo grupo.

 


Às 19h começou, de fato, o Curso Abril, com a aula  inaugural de Thomaz Souto Corrêa e sua palestra a respeito das 10 obviedades que devemos reparar no fazer jornalístico:


1. Quem manda é o Leitor
2. O preço da qualidade é a busca permanente
3. Revista bonita vende mais que revista feia
4. Tipo tem que ser legível
5. Capa existe para vender revista
6. Cuidado com pesquisas: Quem persegue não lidera
7. Arrisque: Quem não ousa fica para trás, quem não arrisca não lidera.
8. Revista boa é a que compram mais
9. Nada substitui o talento, mas a técnica é imprescindível
10. Nós somos contadores de histórias

E por fim teve uma festa de recepção patrocinada pela Heineken. Quem me conhece sabe que 21h já estou acabada, então nada de festa pra mim. Voltei pro hostel e vim me preparar para o próximo dia <3 (espero dormir mais de 4 horas essa noite.)

domingo, 25 de janeiro de 2015

Ansiedade

2 comentários
Eu achei que fosse estar mais ansiosa. Não foram raras as vezes em que a ansiedade me devorou por dentro, por coisas consideravelmente menores. Estive ansiosa pela próxima mensagem de texto, pela nota da prova, pela visita atrasada, pela ida ao shopping, pela cura do outro, pela volta às aulas, pelo sanduíche que demorava, pela encomenda atrasada. Mas agora, diante de uma temporada que virará minha vida pelo avesso, vejo-me imersa em uma serenidade que jamais acreditaria possuir. Não, não são os remédios, não são os florais que venho tomando, nem mesmo é o consolo dos familiares. É uma auto confiança pela qual venho batalhando há anos, desde a compreensão de minha individualidade, e que, agora, finalmente eu conquistei. Se estou tão calma, tão disposta, é por que sei que estou fazendo o que é o melhor para mim. Essa viagem, além de ser a primeira vez que saio de casa, propriamente dito, é também a oportunidade que tenho para me testar. Serei paciente? Conseguirei trabalhar em grupo? Saberei ouvir mais do que falar? Saberei lidar com o outro, tão diferente de mim? É claro que sim. É essa certeza que se converte em serenidade e me leva, com leveza, ao encontro do mar de possibilidades que se estende diante de mim.


sábado, 24 de janeiro de 2015

De volta à seção infantil: Marisa

4 comentários
Outro dia eu fiz uma postagem a respeito da seção infantil da Riachuelo, sob a marca "Miss Young". Agora eu venho falar da Marisa, que não tem nenhuma especificação diferente para o setor infantil, mas não deixa de ter peças que me fazem babar!

Essa semana precisei passar lá para encontrar uma blusa para viajar (na última vez que comprei uma eu devia ter uns 18 anos. Hahaha) e é claro que fui direto para a seção infantil. A vantagem, como já comentei antes, além do tamanho ser apropriado para minha estatura, está nos preços, que são bem mais em conta!

Segue uma galeria das que encontrei por lá:

Mermeow (25R$) e "Press Start" (13R$) - Essa segunda estava no setor infantil masculino. Veste 12 anos na verdade!
   

Azul (19.90R$) e de Gatinhos (19.90R$) - Sim são várias carinhas de gatinhos!    

Listrada (15.90R$) e Mickey (9R$) ! Sim, nove reais! 
  

No final eu acabei levando a do gatinho sereia (because of reasons) e a do Mickey! <3
No setor infantil da Marisa também costuma ter muitas peças de Monster High e Princesas Disney, mas dessa vez eu não encontrei nada :( Uma pena!

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Mixtape de Sexta à noite: Mario Mix

Nenhum comentário

Mario Mix




1. Let's play "Geno" -Super Mario RPG
2. Title - Mario Wario (SNES)
3.Forest Maze - Super Mario RPG
4.Overworld - Super Mario World
5.BGM2 - Mario Paint
6.City 1 - Mario is Missing
7.BGM 1 - Mario Paint
8.Underworld Theme - Super Mario Bros

Receita: Paleta Recheada

4 comentários



 Ano passado chegou aqui na cidade uma nova moda gastronômica: as Paletas Mexicanas. Com o excessivo valor de R$9.00 a unidade, foi surpreendente a quantidade de gente que se dispunha a pagar esse montante por um picolé de frutas. Tiveram dias em que vi a loja esgotar os picolés e precisarem fechar mais cedo. Tiveram dias que as lixeiras, não suportando mais a quantidade de embalagem de Paleta jogada fora, eram substituídas por galões gigantes com mais espaço. A Paleta comercializada aqui é gostosa sim, muito bem feita e tudo mais, mas o preço só vale para experimentar uma vez e guardar a memória do sabor de suco de frutas. Por esse motivo eu venho tentando fazer uma dessas em casa mesmo, e essa semana eu consegui! Acompanhe o processo para fazer também.


Ingredientes
500g de Morango bem lavado (ou Kiwi, Banana, suco de Laranja, você decide!)
1 caixa de Leite condensado
1 limão já espremido
100ml de água
1 vidro de leite de coco
Copos de plástico de 180ml
Copos de plástico para café
Palitos de Picolé (ou colheres, também serve)

Modo de Fazer
 1. Antes de tudo, é muito importante lavar bem os morangos. As frutas geralmente chegam até nós repletas de agrotóxicos que podem fazer mal à saúde. Por isso, lave bem os morangos em vinagre, bicarbonato ou cloro. Enxague-os um a um e reserve.

2. Corte as folhas do morango e qualquer parte que pareça estragada na fruta. Coloque tudo dentro do liquidificador junto de 2 colheres de sopa de leite condensado, 2 colheres de sopa de leite de coco suco de 1 limão e 100ml de água fria.


3.  Bata por alguns segundos, até a mistura ficar homogênea, e prove. Caso esteja muito ácido, adoce a gosto.

4. Agora vem a parte mais complicada: Coloque o suco na altura de 2 dedos dentro do copo de 180ml. Em seguida, junte 2 copos de plástico para café e coloque dentro do suco, como que para criar um vão dentro dele. Coloque água dentro do corpo de cima, para pesar os dois copinhos e eles afundarem dentro do suco. Cuidado para não deixar transbordar.


5. Leve ao congelador por aproximadamente 6 horas.

6. Assim que pronto, retire o copo, remova os dois copinhos internos (Caso o segundo copinho não solte com facilidade, é só colocar um pouco de água morna que ele descolará mais facilmente) e recheie com o leite condensado.



7. Cubra, cuidadosamente, o leite condensado com o restante do suco, como se fechando a nossa paleta, e coloque um  palitinho por cima. Caso não tenha palitinhos, use uma colher de sobremesa.


8. Deixe no congelador por mais 5 horas e... pronto! Já pode se deliciar com suas paletas :)
Minha receita rendeu para 5 copos.